Menu


Interaja com a JC FM
(93)99111-3827


Ministério da Cultura cobra R$ 747 mil de Luana Piovani e atriz afirma: 'Não estou preocupada'

20 FEV 2018
20 de Fevereiro de 2018
O Ministério da Cultura está cobrando R$ 747 mil reais da atriz Luana Piovani depois de a prestação de contas da peça Pequeno príncipe, protagonizada e produzida pela carioca com recursos da Lei Rouanet, ter sido reprovada pelo Governo Federal. Dirigido por João Falcão, o espetáculo estreou em 2006.

Piovani, contudo, diz não estar preocupada com isso. Em vídeo publicado na tarde desta segunda (19) em seu canal no Youtube - Luana sem freio -, ela comentou que está pronta para prestar todos os esclarecimentos que se fizerem necessários. "Esse projeto tem 12 anos, mas a gente tem todos os documentos guardados com a graça divina de Deus. Lá no papel diz que a gente até tem que guardar por 10 [anos]. Não estou muito preocupada, primeiro porque minha mãe sempre fez administração financeira, cuidando de tudo com olhos de águia", explicou a atriz.

"A gente contratou uma pessoa absolutamente boa nesse quesito de prestação de contas, porque ele é profissional nisso. Eu confio na nossa 'chatice' de exigir que as coisas estejam todas corretas. Vai dar um trabalho? Vai. Abrir tudo, apresentar de novo, checar todas as coisas... Doze anos é muita coisa, a memória não está tão próxima. Algumas coisas se perdem porque não são digitalizadas, nessa época as prestações de conta eram em papel e muita coisa perde tinta. Trabalho dado, trabalho recebido e vamos lá cumprir", concluiu.

FONTE: Diário de Pernambuco
Voltar
Tenha também o seu site. É grátis!